21fev
Diversos, Saúde & Comportamento

Seja fiel aos seus sentimentos

Comentários 0

Se tem uma coisa que aprendemos ao longo da vida, é que ela passa. E passa cada vez mais rápido.

Quando eu era criança, as horas, os minutos, os segundos, demoravam uma eternidade. A medida em que fui crescendo e ganhando mais responsabilidades, diria que hoje o dia perfeito seria aquele com 48 horas para dar tempo de fazer tudo!

E aí nos tocamos que não bastasse lidar com todas as tarefas diárias, ainda temos que lidar com as nossas emoções, nossos sentimentos, nossos relacionamentos. E esse é o ponto que eu quero abordar.

Quando falo em relacionamento, quero falar daquele estritamente pessoal, ou seja, o que você deve ter com você.

Percebo que isso é uma coisa que muitos esquecem. Dedicam-se totalmente a outra pessoa, mas esquecem de se importar consigo mesmo.

Para se envolver com outra pessoa, primeiramente devemos nos envolver com o nosso próprio ser. Eu mesma sentia muito medo de ficar sozinha e isso é um erro enorme. Parecia que a minha própria companhia não bastava. Aprendi na marra que jamais conseguiria me relacionar bem com outra pessoa se, antes de tudo, não me relacionasse bem comigo mesma.

Assim que comecei a respeitar os meus sentimentos e ser completamente fiel a eles, tudo começou a melhorar. Perde-se muito ao se anular para agradar aos outros. Simplesmente, não vale a pena.

E se você acha que isso só serve para quem pensa com a razão, engana-se. Posso garantir que quem aqui escreve é a pessoa mais sentimental do mundo! E quando eu falo em respeitar seus próprios sentimentos, quero dizer que é preciso sim vivenciar cada pedacinho dele. Deu vontade de chorar? Chore. Deu vontade de rir? Ria! Não deu vontade de fazer nada? Não faça!

Não dependa de ninguém, seja completa por si só. Quando você finalmente se conhecer, se aceitar, gostar da sua própria companhia, a vida vai afastar naturalmente as pessoas que nada te acrescentam e te presentear com pessoas maravilhosas que te transbordam.

Seja fiel aos seus sentimentos sempre e não se preocupe com o que os outros vão pensar. Só você sabe o que passa, as batalhas que vive diariamente, as contas que paga. Só você sabe o que sente, o que te deixa feliz e o que não te faz bem. E sinceramente? É só você que tem que saber mesmo!

O tempo é uma coisa extremamente rara, ele vai embora e não volta mais. Então “bora” parar de desperdiçar ele com o que não vale a pena e aproveitá-lo da melhor forma possível e com a pessoa mais importante da sua vida: você mesmo.

 

 

 

L.K.

 

 

Luciana Kubo

Veja também

1 comentário
  1. fabrieliz@yahoo.com.br' Lizianne disse:

    Olá, gostei do post.
    Fiquei com uma dúvida: como saber quando é um jogo americano redondo ou um sousplat?

Comente //