03maio
Beleza, Canal BSM, Clippping, Moda

Programa Ter Estilo – SPFW

Comentários 0

Olá, minhas lindas! Como estão?

O post de hoje (pra variar) é super importante para mim! Trata-se de uma participação especial que fiz no programa TER ESTILO, da ALLTV, a primeira TV por internet 24h ao vivo do Brasil; e que conta hoje com uma programação incrível para todos os gostos – de futebol à moda, confira aqui a lista completa dos programas.

Fui convidada pelas queridas Natascha Aguiar e Raphaela Bacic para comentar os looks e tendências vistos nas passarelas e corredores do SPFW Primavera-Verão 2016 (realizado em abril de 2015). Ao meu lado, recebemos ainda a participação da Titta Aguiar, personal stylist e guru de moda com vários livros lançados pela editora Senac.

Particularmente acho que o programa ficou incrível e cheio de conteúdo, portanto, se você não conseguiu acompanhar ao vivo a Semana de Moda mais importante do país, aqui está um resumo super completo para você não ficar de fora de nenhuma fashion trend. Espero que goste!

AllTv – Ter Estilo (16/04/2015) com Sílvia Mello (sic)

Assumo que no início estava um pouco nervosa e não sabia o que esperar do programa, mas aos pouquinhos fui me soltando e achei que o material ficou muito rico em informação. E o mais legal é que, apesar das minhas apresentações no Programa ApêTV, transmitidas pelo SBT para mais de 10 milhões de pessoas do interior de São Paulo, eu nunca havia feito um programa ao vivo. Sempre ouvi dizer que “ao vivo é mais gostoso” e que quando o bichinho do ao vivo te pica, fica difícil voltar a fazer programa gravado. E quer saber? Quem disse isso tem toda razão! Amei e já quero mais!!! Ao vivo realmente tem um sabor especial e eu sou muito grata às meninas que me permitiram descobrir essa nova paixão.

Natascha e Rapha, amei a oportunidade de gravar com vocês e espero vê-las novamente em breve. Vocês são lindas, queridas, dedicadas, talentosas e foi um prazer imensurável estar com vocês! 

TerEstilo2

Se vocês quiserem conhecer mais sobre o Ter Estilo, cliquem aqui e tenham acesso à todos os reviews das entrevistas. Vale à pena conhecer o trabalho dessa equipe super querida e talentosa! E não se esqueçam: o programa trata de moda e beleza e é transmitido ao vivo todas as quintas-feiras às 15h no AllTV.com.br.

Espero que vocês gostem e vibrem mais essa conquista comigo. Beijos, minhas lindas!

Silvinha Melo

Veja também

02maio
Looks, Moda, PressKit

Vestido-Capa Gloss Boutique

Comentários 0

Hello ladies!

E agora, com vocês, a tendência das tendências, a peça mais vista nos corredores do SPFW, o item mais chique da estação. O BSM orgulhosamente lhes apresenta: a CAPA!

Siiim, minha gente, capa está na moda e muito na moda! É a peça mais it da estação, a mais desejada e a mais antenada no guarda-roupa de qualquer fashionista. E como tudo que é bom vem em diversos formatos, este é o vestido mais in que vocês verão neste inverno: o VESTIDO-CAPA.

Sofisticado, atual e num comprimento maravilhoso, este modelo promete ser a peça-chave mais cobiçada dos nossos dias frios. A manga longa protege dos ventos e deixa o look elegantérrimo. E se o frio apertar, basta adicionar uma meia-calça e uma ankle boot para você estar fashion ready para um chocolate quente maravilhoso em Campos do Jordão junto ao seu amor.

Eu estou apaixonada, maluca, obcecada por esse vestido. Já é uma das minhas peças favoritas e de quebra, só para eu amar um pouco mais, ainda vem com esse cinto baphônico, formando o duo de cores mais clássico e ao mesmo tempo mais contemporâneo de todos os tempos: o famoso e irresistível P&B (Preto & Branco). Só podia ser da Gloss mesmo, né gente?! {Suspiros apaixonados}

Silvia Melo (1)

Silvia Melo (4)

Silvia Melo (17)

Silvia Melo (6)

Silvia Melo (14)

Silvia Melo (7)

Silvia Melo (3)

Vocês sabem que eu sou contra o consumismo desenfreado e a favor de compras inteligentes, de peças de qualidade, que vão durar anos e que você vá olhar para trás e sentir orgulho do investimento que fez. Este vestido é exatamente a tradução de tudo isso. Atemporal, maravilhoso e chiquérrimo: um verdadeiro sonho de consumo que você poderá usar por anos e anos, sentindo-se feliz por tê-lo encontrado.

Eu mesma já o usei no quarto dia de SPFW e os olhares que recebi elevaram a minha auto-estima e me deixaram ainda mais satisfeita com a minha escolha. Mal posso esperar para usá-lo novamente! Sentir-se bem consigo mesma através de uma roupa, para mim, é o mais importante elemento da moda. O resto é balela.

Silvia Melo (2)

Créditos

Scarpin: Mya Haas / Vestido-capa: Gloss Boutique / Cinto: Gloss Boutique / Acessórios: Arrais Joalheria

Fotos: Aline Alves / Locação: Natural Nutri

 

LOOK: GLOSS BOUTIQUE

Site: GlossBoutique.com.br

Instagram: @GlossBoutiqueOficial

Facebook Fan Page: Gloss Boutique

YouTube: Gloss Boutique

FOTOS: ALINE ALVES

Site: AlineAFotografias.com

Instagram: @AlineAFotografias

Facebook Fan Page: Aline Alves Fotografia / Facebook Usuário: Aline Alves (Aline Alves Fotografia)

Email: aline@alineafotografias.com

Telefones: (19) 9-9639-0563 / (19) 9-8207-1172

 

Super beijo!

Silvinha Melo

Veja também

01maio
Looks, Moda, PressKit

Saia de Princesa Gloss Boutique

Comentários 0

Olá amores! Como estão?

Não é nenhum segredo que eu sou apaixonada por looks ladylike, né?! Quando fui à Gloss Boutique, me APAIXONEI enlouquecidamente por essa saia totalmente de menininha. Eu estava prestes a ir à um evento e, apesar de “pronta”, troquei de saia na loja mesmo e acabei saindo da Gloss com essa belezura direto no corpo. E acertei em cheio! No evento, todo mundo queria saber de onde era a minha saia e foi simplesmente um arraso! 

Para o editorial, tentei focar no shape da saia: bem estruturado, bem godê-balonê-evasê-ê-ê-enfim, bem PRINCESS. A cor já é um pouco mais difícil de retratar fielmente: as linhas douradas pessoalmente são um escândalo de lindas e brilham a cada passo que a gente dá. Pois é, meu bem, porque a gente veio nessa vida para brilhar, não é mesmo? O azul intenso também faz um contrate lindo com o dourado e torna essa saia ainda mais incrível! É claro que pedi de presente e ela já está linda linda brilhando no meu closet. Uhuu! Amei! \o/

Silvia Melo (83)

Silvia Melo (84)

A saia balonê, por ser justa na cintura e aberta nas pontas, acrescenta volume ao quadril, então se você tem a cintura fina e o quadril largo, ela pode te ajudar a disfarçá-lo, dando a impressão de que aquele volume todo é da saia e não do seu quadril.

Em contrapartida, é um modelo que deve ser evitado por quem tem a barriga muito larga, pois se na parte menor da saia (cintura), ela já estiver larga, na parte maior (pontas), ela vai aumentar ainda mais o seu volume, criando um efeito que a minha mãe costuma chamar de “roupinha de botijão de gás”. Para esse biotipo, existem outras opções de looks mais interessantes e que podem valorizar o corpo de forma a deixar a mulher ainda mais bonita e sensual, como me sinto usando esta saia.

Silvia Melo (89)

Um detalhe super especial que amei nesta saia da Gloss é o zíper de trás, um ótimo artifício para deixá-la bem justinha à cintura, afinando ainda mais a silhueta. E o fato de as cores serem tão lindas e brilhantes pessoalmente a tornam uma ótima opção para eventos sociais como teatro, festas de aniversários e jantares sofisticados. Basta combinar com o top e com os acessórios certos que essa saia vira a sua companheira fiel para todos os momentos especiais da sua vida.

Olha esse trabalho de bordado, minha gente, se não é de babar!

Silvia Melo (104)

Silvia Melo (94)Créditos

Scarpin: Mya Haas / Saia Balonê: Gloss Boutique / Top: Acervo / Acessórios: Arrais Joalheria

Fotos: Aline Alves / Locação: Natural Nutri

 

LOOK: GLOSS BOUTIQUE

Site: GlossBoutique.com.br

Instagram: @GlossBoutiqueOficial

Facebook Fan Page: Gloss Boutique

YouTube: Gloss Boutique

FOTOS: ALINE ALVES

Site: AlineAFotografias.com

Instagram: @AlineAFotografias

Facebook Fan Page: Aline Alves Fotografia / Facebook Usuário: Aline Alves (Aline Alves Fotografia)

Email: aline@alineafotografias.com

Telefones: (19) 9-9639-0563 / (19) 9-8207-1172

 

Como disse no início, sou louca por looks femininos e que valorizam a delicadeza da mulher; e esse me inspira a ter uma atitude ainda mais princess-like, do jeitinho que amo ser e estar. E vocês, o que acham de looks assim?

Bom feriado, minhas dyvas ♥! Baci.

Silvinha Melo

Veja também

30abr
Looks, Moda, PressKit

Look do Dia: Inverno Gloss Boutique

Comentários 0

Olá minhas lindas!

A minha estação preferida está chegando (eeee! \o/) e o friozinho aqui em Campinas (SP) já dá apontamentos de que neste ano é melhor a gente preparar as manguinhas compridas e os coletes de pele para passar um inverno ainda mais chique e delicioso. Gente, eu amo o inverno! Acho a estação mais elegante do ano e também a mais sofisticada no quesito LOOK DO DIA.

E por falar em look, a minha sugestão de hoje é esse conjunto lindíssimo da Gloss Boutique. O body de manga longa confeccionado em chamois é uma das peças mais must have (tem-que-ter) da estação: além de estar super em alta, é confortável e combina com TUDO! É uma peça super curinga: você pode usar com qualquer calça, saias de todos os comprimentos, pode montar um look casual ou um mais elegante, dependendo da sua proposta, e o mais legal é que ele é democrático e fica bem em qualquer tipo físico. O transpassado da frente disfarça a barriga, valoriza os seios e ainda afina o corpo, tornando-se uma peça-chave para gordinhas, magrinhas, altonas ou baixinhas.

Silvia Melo (47)

Silvia Melo (69)

A calça branca é aposta certa quando o assunto é chamar a atenção masculina. Apesar de não entender direito essa concepção, lembro-me até hoje de uma vez em que uma amiga usou uma calça branca e um amigo  em comum me disse de forma acanhada: “nossa, calça branca é sexy até no varal!”. Juro que fiquei pensando naquilo por muito tempo e assumo que até hoje não cheguei à uma conclusão assertiva, mas a questão é que funciona e os homens adoram, sabe-se lá por quê. Portanto, se a sua proposta é conquistar um gatinho, nem pense: simplesmente vá de calça branca e arrase!

Agora, se você, assim como eu, já achou o seu boy magya e fechou a sua fábrica da conquista, cuidado na hora de usar uma calça branca para não ficar sexy demais. Uma boa sugestão é usá-la com a parte de cima com volume, seja com um top com franjas ou babados, seja com uma terceira peça como um colete, casaqueto ou ainda um cardigan que cubra o bumbum. O truque é desviar a atenção para outras partes menos ousadas.

Silvia Melo (48)

O detalhe de que mais gostei nesta calça da Gloss Boutique é que ela tem uma textura incrível, dando um ar mais especial e sofisticado ao look. O tecido grosso também é um ótimo truque para disfarçar qualquer celulite mal-amada, pois essa calça (juro!) não marca nada (e olha que eu tenho celulite para dar, vender, emprestar e ainda ter o suficiente no estoque).

A calça branca tende a nos “achatar”  e dar a impressão de que somos mais baixinhas do que a realidade. Um bom truque para driblar esse efeito é usar um salto altíssimo. Este aqui, por exemplo, é um nude lindo da Mya Haas e dá uma boa alongada no corpo, eu adoro!

Silvia Melo (71)

Silvia Melo (45)

 

Créditos

Scarpin: Mya Haas / Calça Flare Branca: Gloss Boutique / Body: Gloss Boutique / Colete de Pele Fake: Acervo / Acessórios: Arrais Joalheria

Fotos: Aline Alves / Locação: Natural Nutri

Outro trucão para alongar e emagrecer o nosso corpitcho é fazer um look monocromático, que dá um efeito mais longilíneo e está super em alta (principalmente o monocromático branco!). Se você está um pouco acima do peso, use e abuse dos monocromáticos, ou seja, vista-se com uma mesma cor dos pés à cabeça (top branco, colete branco, calça branca, sapato branco ou nude e assim por diante): você verá como ficará instantaneamente mais alta, mais magra e mais fashion.

 

LOOK: GLOSS BOUTIQUE

Site: GlossBoutique.com.br

Instagram: @GlossBoutiqueOficial

Facebook Fan Page: Gloss Boutique

YouTube: Gloss Boutique

FOTOS: ALINE ALVES

Site: AlineAFotografias.com

Instagram: @AlineAFotografias

Facebook Fan Page: Aline Alves Fotografia / Facebook Usuário: Aline Alves (Aline Alves Fotografia)

Email: aline@alineafotografias.com

Telefones: (19) 9-9639-0563 / (19) 9-8207-1172

 

Gostaram, minhas princesas? Então comentem! Super beijo!!! :)

Silvinha Melo

Veja também

24abr
Looks, Moda, PressKit

Look do Dia: Calça Flare Gloss Boutique

Comentários 0

Olá amores!

Hoje o LOOK DO DIA está um pouco assanhado, um pouco picante, bem diferente daquilo que costumo usar; e quer saber? Eu AMEI essa pitada a mais de ousadia e me senti toda-poderosa!

O conjunto de hoje é da Gloss Boutique, uma rede de lojas de São Paulo que revende multi marcas e que tem uma linha própria de looks maravilhosos, pensados em cada detalhe para elevar a nossa auto-estima. Como vocês já podem perceber, a calça flare de couro eco e o top super sexy de hoje são da linha própria da Gloss e transmitem aquele poder de sedução que toda mulher ama ter.

Vamos ao look?

Silvia Melo (21)

Silvia Melo (26)

Silvia Melo (24)

Silvia Melo (28)

Esse top da Gloss, além de super confortável, é um grande curinga, pois pode ser usado como peça única (exemplo: neste look) e ou como uma peça complementar de uma blusa / camisa com transparência ou decote mais expansivo. O modelo com recortes atrás valoriza as costas e dá um sex appeal ainda maior ao look, afinal, que homem não gosta de uma mulher com as costas de fora, né?! A Gloss tem esse top em diversas cores como branco, preto e estampados.

Silvia Melo (40)

Silvia Melo (29)

Silvia Melo (36)

SPFW – Dia 2:

SPFW Gloss

Créditos

Peep Toe: Arezzo / Calça Flare de Couro Eco: Gloss Boutique / Top Cropped: Renner / Jaqueta: Engenharia da Roupa para Zany Assessoria / Bolsa: Guess

Foto: Cláudio Paulino

ID Bloggers: Paty Scaringella, Chris Castro, Fernanda Emboaba, July Simão e Nati Nahas

 

Agora chegou a vez de falar dessa calça. E o que falar dessa calça? Tem TANTA coisa boa! Usei no segundo dia do SPFW e fui parada por 1.796.190 fotógrafos; e outras 1.083.165 pessoas me perguntaram de onde era a calça (e eu orgulhosamente respondia: “da Gloss Boutique”, é claro!). A cintura alta valoriza o corpo, o tecido molinho é suuuper confortável, o couro eco (fake) a deixa moderna, ela torna qualquer look mais chique e é uma das melhores calças que eu já vesti. Ela parece uma legging de tão justinha que fica no corpo, mas, ao mesmo passo, não aperta nada e a gente nem lembra que está vestindo algo. Já é uma das peças favoritas do meu guarda-roupa e eu estou apaixonada por ela!

Outra qualidade é o fato de ela ser no modelo flare, aquela semi boca-de-sino. A calça flare é a calça da mulher brasileira: por ser justinha no bumbum e nas coxas, ela valoriza o nosso corpo nas proporções certas; já a abertura na barra cria um efeito “8”, ou, se você preferir, ela desenha o corpo no chamado “corpão de violão”. A flare, que sempre foi a minha favorita, andou sumida das prateleiras há alguns anos, mas agora voltou com tudo neste inverno e promete ficar por muitas estações, então pode apostar na sua! E o mais legal é que, por ter um comprimento que tampa os pés, ela alonga o corpo, deixando qualquer baixinha como eu com a impressão de ter 1,80m. Ela alonga, emagrece e dá um up em qualquer produção. É ou não é a melhor calça que você já viu na vida?

Silvia Melo (23)Créditos

Scarpin: Mya Haas / Calça Flare de Couro Eco: Gloss Boutique / Top: Gloss Boutique / Jaqueta: Zoomp / Acessórios: Arrais Joalheria

Fotos: Aline Alves / Locação: Natural Nutri

 

LOOK: GLOSS BOUTIQUE

Site: GlossBoutique.com.br

Instagram: @GlossBoutiqueOficial

Facebook Fan Page: Gloss Boutique

YouTube: Gloss Boutique

FOTOS: ALINE ALVES

Site: AlineAFotografias.com

Instagram: @AlineAFotografias

Facebook Fan Page: Aline Alves Fotografia / Facebook Usuário: Aline Alves (Aline Alves Fotografia)

Email: aline@alineafotografias.com

Telefones: (19) 9-9639-0563 / (19) 9-8207-1172

 

O que acharam desse meu “novo” visual, meninas? Eu amei sair da minha zona de conforto e achei que o look ficou lindíssimo, e vocês?

Beijos!!!

Silvinha Melo

Veja também

23abr
Canal BSM, Celebs, Moda, Saúde & Comportamento, Viagens & Cultura

Minha Primeira Fashion Week

Comentários 1

Olá amores! Tudo bem?

O post de hoje é bem especial porque é para contar todos os detalhes da primeira Semana de Moda da minha vida! Vocês que há tanto tempo me acompanham, sabem da evolução que o blog vem tendo e que eu celebro cada conquista com muita amor e gratidão à vocês, então agora não não poderia ser diferente. Espero que gostem do post! 

MINHA HISTÓRIA COM O SPFW

Preciso começar contando como me senti realizada em poder participar durante 4 dias desse evento nacional tão importante. Há muitos anos acompanho tudo pela TV e sempre foi o meu desejo estar lá, junto com todas aquelas pessoas que admiro. Quando era mais nova, assistia às reprises dos desfiles pelo Fashion TV, canal da TV à cabo dedicado à moda. Há umas 2 temporadas, eu ficava vidrada no site da Luminosidade, o FFW.com.br, que transmite os desfiles ao vivo pela internet; e acompanhava tudo pelo meu computador. Apesar do desejo, não sabia como um dia estaria lá, mas sabia que estaria; e 2015 foi o início disso. Graças ao ID Bloggers, compareci aos eventos, assisti à desfiles incríveis, conheci pessoas interessantíssimas, fotografei com alguns dos meus ídolos e realizei um grande sonho. É muita bênção pra uma pessoa só, né?! Amém!

MANUAL PARA INICIANTES

O objetivo deste post é informar você, que sonha em ir ao SPFW um dia, e não sabe bem por onde começar. Vou tentar explicar aqui as minhas experiências e um pouquinho do que vivi nesses dias para que você esteja mais preparado (a) quando a sua vez também chegar (e VAI chegar!).

ONDE É E COMO CHEGAR

Primeiramente, o evento é realizado hoje em dia no Parque Villa Lobos, na cidade de São Paulo, SP, Brasil. As melhores opções de transporte são carro e taxi. Se você optar por ir de carro, saiba que os estacionamentos são gratuitos e super acessíveis. Existem dois estacionamentos: o primeiro geralmente fica mais cheio, então parei todos os dias no segundo. Por ser mais vazio, você consegue estacionar bem próximo aos carrinhos de golfe que te levam até a entrada do evento, portanto, recomendo que você vá direto ao segundo estacionamento e pare quando vir os táxis e o movimento dos carrinhos de golfe, assim você andará menos à pé (principalmente se for o quarto dia e seu pé já não aguentar mais o salto alto).

Caso você opte por ir de taxi, ele te deixará exatamente nos carrinhos de golfe; e ali também fica a fila de taxis que você poderá pegar saindo do evento. Fui de taxi no primeiro dia e de carro nos outros 3 e achei que ir de carro acabou sendo mais fácil para mim (especialmente quando descobri que os estacionamentos eram gratuitos). Apenas um adendo: não tive problemas com a segurança nenhum dos dias, mas ouvi dizer que abriram o carro de uma pessoa da produção que chegou antes de o evento (e, portanto, o movimento) começar. Se você precisar ir muito cedo, opte pelo taxi. É melhor previnir do que remediar. O parque é público, e, como em qualquer lugar, todo cuidado é pouco.

CHEGUEI. E AGORA?

Assim que descer do carro, você deve se encaminhar até os carrinhos de golfe que te levam ao evento. Existem várias pessoas de apoio para se certificarem de que os carrinhos vão cheios em sua capacidade máxima, então pode acontecer de você se separar da sua turma ou ceder a passagem para quem vem atrás na fila para conseguir embarcar junto com o resto do seu pessoal.

Existem carrinhos com apenas 3 lugares e outros com 7 lugares, então vai da sorte de conseguir um carrinho em que caiba todo mundo. Não se esqueça de segurar no carrinho durante o trajeto. No dia em que gravei o vlog (quarto dia), estava desatenta e quase caí. Tome cuidado para não pagar esse mico, hein?!

Normalmente a fila de espera é pequena, mas caso você ache que pode demorar, existe a opção de caminhar até a porta. No terceiro dia, os carrinhos estavam demorando muito para passar e estava chuviscando, então optei por andar até o evento em vez de esperar na chuvinha. A caminhada não é longa, mas devido ao salto alto, pode demorar uns 5-10 minutinhos, então veja o que compensa mais para você.

Quando você chegar à entrada do evento, notará um movimento de fotógrafos e celebridades passando. É hora de fazer o carão e chamar a atenção. É comum te pararem para fotografar e não se esqueça de ser super simpático com todos. É claro que nem todo mundo que vai ao SPFW é blogueiro ou quer ser notado, mas como essas são as dicas da minha experiência, vou dizer como funcionou para mim e, caso você esteja na mesma posição que eu, pode usar as minhas dicas para a sua próxima aparição.

É sempre legal dar um tempinho ali fora, pois além dos fotógrafos, muitos programas acabam te entrevistando e isso rende divulgação. Se possível, pergunte de onde é aquele veículo que está te fotografando ou entrevistando. No início, eu achava rude, mas depois vi que todo mundo está super acostumado com esse tratamento e essa é uma ótima forma de iniciar uma conversa e trocar cartão (sim, esteja SEMPRE com o seu cartão em mãos! É importantíssimo).

Depois de dar um tempinho ali fora (que não pode ser muito para não passar a impressão de que você não tem convite e só foi passear na porta), é hora de entrar. Você precisará de um convite, que pode ser: uma entrada para um desfile do dia / um convite para um lounge / uma credencial de imprensa, que você adquire se cadastrando no site da Luminosidade com bastante antecedência e que pode ser retirada na sala de CREDENCIAMENTO, localizada no meio do caminho entre o estacionamento e a entrada do evento. Se esse for o seu caso, avise o motorista do seu carrinho de golfe que você precisa parar no Credenciamento e ele te deixará lá. No meu caso, eu tinha convite para o lounge da Revista Glamour no primeiro dia, para desfiles no segundo e terceiro dias e para o lounge do Iguatemi / SPFW no quarto dia, todos conquistados pelo ID Bloggers. Se a pessoa que estiver com o seu convite estiver dentro do evento, não se preocupe, ela poderá ir até a grade que separa quem está dentro e quem está fora e entregar o seu convite sem nenhum problema.

Ao passar pelo segurança, ele rasga uma pontinha do seu convite e aquela entrada fica inutilizável para outros dias / outras pessoas. O convite é individual, ou seja, cada convite é válido apenas para uma pessoa. No caso de convite para desfile, ele não rasga, pois convite rasgado significa que alguém já utilizou para adentrar ao desfile, mas mesmo assim você precisa mostrar para o segurança liberar a sua entrada (acho que ele marca de alguma forma, mas não sei dizer exatamente como).

ENTREI! UHUL!

Uma vez dentro do SPFW, você está pronto para comemorar e agradecer pela oportunidade. Você já entrou e ali poderá ficar até o dia acabar. Mas o que fazer se você não tiver um desfile para assistir? Bem, o corredor é um lugar incrível para se ficar. Você é fotografado o tempo todo, encontra com as suas blogueiras favoritas e conhece muita gente bacana, mas assumo que depois de um tempo, cansa ficar feito barata-tonta no corredor.

Existem algumas opções alternativas para você ter o quê fazer e uma delas é comer. Logo que você entra no corredor, dá de cara com o food court, ou seja, a praça de alimentação. No caso desta edição, estava repleto de food trucks com diversas opções de comidas. Cada truck tinha uma especialidade, que podia ser salada, sopa, sanduíche etc. Eu comi lá apenas no primeiro dia e optei por uma salada de bacalhau que estava deliciosa. Porém, como já é de se esperar nesse tipo de evento, o preço é tão salgado quanto o peixe que eu escolhi. As comidas eram pouco servidas e os preços variavam de R$22,00 à R$45,00 a unidade. A minha salada de bacalhau e uma sangria de vinho tinto totalizaram R$34,00 e eu assumo que continuei com fome, então pra mim, isso é caro. Outro ponto negativo do food court é que é descoberto e nos dias de chuva, virou decoração (ninguém usou). Uma pena, pois além de tudo, é o único local “público” com lugar para sentar, então se você estiver cansada, reze para não chover ou dirija-se à um lounge de patrocinador.

Voltando ao corredor, é comum você encontrar suas blogueiras, modelos e personalidades preferidas sem um caminhão de gente assediando. Por exemplo, dá para parar Glória Kalil e Costanza Pascolato no meio do corredor sem nenhum problema e se tiver sorte do timing, dá até para comer um hot dog na Glamour com a Thássia Naves ou Camila Coelho. Lá dentro, não existe aquele assédio que eu já vi em outros lugares, então por mais que muitas pessoas estejam fotografando meninas como a Camila Coutinho, dá para conversar e tirar foto ao lado dela com toda facilidade do mundo. É surreal para quem está acostumado com “aqui fora”.

LOUNGES

Os lounges dos patrocinadores foram os meus lugares favoritos para ficar. Lá você é servido de petit fours (gente phyna come pouco, né gente?!) deliciosos, champagne, coquetéis, água de côco etc. Cada lounge tem a sua especialidade no quesito alimentos e bebida, mas nenhum decepciona. O “X” da questão é que nem todos os lounges são abertos ao público, então você tem que ter convites especiais para entrar.

Um lounge super querido é o da Revista Glamour, que não exige convite durante o dia, apenas precisa-se de convite para as festas bombadas que rolam à noite. Há lugares para sentar, computadores à disposição para o pessoal postar o que quiser, tomadas para carregar o celular (só não esqueçam de levar um adaptador caso o seu carregador não seja no padrão novo de tomadas), muita gente bonita, todos os editores, redatores e estrelas dessa revista que a gente ama, e claro, muita comida e bebida boas. O tema deste ano era circo, então tinha pipoca, mini cachorro quente, mini churros etc, além de Bellini, coquetéis e outras bebidas não alcoólicas. Achei super bacana o lounge ser aberto ao público e era possível encontrar várias personalidades famosas lá dentro. É claro que ficava mais cheio do que os outros, mas estava tão divertido que ninguém se importava. Por volta das 19h, o acesso ficava restrito e a festa rolava solta (dica amiga: eles não expulsam quem já está lá. Se quiser ficar pra festa e não tiver convite, esteja lá dentro quando travarem a entrada). Apesar de o ID Bloggers ter convite para as festas todos os dias, assumo que só fiquei no dia do aniversário de 3 anos da Glamour (terceiro dia), mas logo saí, até porque, por ser o dia do desfile da Colcci (aka Gisele), estava lotaaaaado e eu ainda precisava voltar para Campinas. Ainda assim, me diverti no show da Katy Perry cover e me emocionei com a alegria da editora-chefe Mônica Salgado comemorando o sucesso da revista. É um lounge certamente imperdível!

Outro lounge bacanérrimo é o da Revista Vogue. É completamente diferente do da Glamour. O ambiente é mais sério, as pessoas são mais quietas, a música é ambiente e tudo é mais phyno. Dá para sentir aquela atmosfera Vogue, sabe? Por ser restrito à convite, é bem mais vazio e há espaço para sentar e carregar o celular sem ter que esperar alguém liberar o lugar. Os petiscos e bebidas também são mais requintados e você pode bebericar a sua Chandon enquanto come queijo no palito com mel. Tudo sofisticado, tudo maravilhoso! E é claro que é uma honra dividir a champagne com Donata Meirelles e Daniela Falcão. Acho rico!

Mas o meu lounge favorito foi o do Iguatemi / SPFW. Primeiro porque era o maior, o mais iluminado, o mais confortável e segundo porque era a mistura do lounge da Glamour com o lounge da Vogue. Também restrito à convite, era um lounge confortável para se passear. Apesar disso, não tinha aquele clima sério que o lounge da Vogue emitia, tendo mais a cara relaxada da Glamour. As pessoas estavam sorrindo, os petiscos eram descontraídos (eu só penso em comer, né?!), o ambiente era mais leve. Enquanto estive lá, encontrei blogueiras que admiro, como Mariana Saad e personalidades que nem imaginava um dia conhecer, como o estilista Reinaldo Lourenço e o idealizador do SPFW, Paulo Borges. De comida (CLARO!), tinha mini cachorro quente com o pãozinho mais crocante da História, petit fours variados e o meu sorvete sonho de consumo: Magnum de pistache com chocolate branco, edição limitada com estampa de Dolce & Gabbana na caixa mais linda que vocês podem imaginar! Amei estar ali! Amei!

Outro lounge aberto e super gostoso era o do Visit Florida, um espaço para promover o turismo no estado americano. O lounge era arejado, bonito, com tomadas para carregar o celular em toda parte e o melhor lugar para se pegar o wifi do evento, já que a internet do celular é meio capenga lá dentro. Nos primeiros dias, também eram servidas bebidas não alcoólicas e petiscos, mas do quarto dia em diante, eles restringiram até a água somente para os fornecedores, então achei meio mão-de-vaca para um espaço tão lindo e enooorme (acho que dava umas 3x o tamanho do da Glamour). De qualquer forma, era confortável, bem iluminado e valia à pena passar alguns minutos ali. (Off topic: a Carol Celico fez presença nele alguns dias, então fiquei feliz em conhecê-la, pois já a acompanho nas redes sociais há muito tempo e ela é ainda mais linda e querida pessoalmente).

DESFILES

Descobri que nem sempre as pessoas que vão ao SPFW vão aos desfiles. Muitas pessoas estão ali para verem e serem vistas; e não há nada de errado nisso. Eu, por exemplo, vi TNG e PatBo no primeiro dia (com a assessoria do Brazilian Blogs), Vitorino Campos no segundo, nenhum no terceiro (tive um compromisso antes do SPFW e acabei chegando atrasada para o desfile da Água de Côco, para o qual o ID Bloggers havia sido convidado) e vi Iódice no quarto dia. Apesar de não ter visto nenhum desfile no terceiro dia e por ver relativamente poucos nos outros dias, estar naquela atmosfera é muito bom. Se aqui fora cada mergulho é um flash, lá dentro cada gole na sua champagne, é um momento incrível ao lado de pessoas admiráveis.

Existiam duas salas de desfiles, localizadas nos dois cantos do evento. A entrada da Sala 1 era na extrema esquerda e a da Sala 2 na extrema direita. Para facilitar a nossa vida, foram entregues mapinhas no primeiro dia com todas as indicações de lugares e horários dos desfiles, então se encontrar lá dentro é realmente muito fácil. E por falar em horário: os desfiles atrasam – e muito! O menor atraso que peguei foi de 1h e o maior foi de 1:30h. É sempre bom chegar no horário, pois você não quer perder o seu lugar caso o evento comece na hora certa, mas se você estiver um pouco atrasado, não se desespere: não vi nenhum desfile começar no horário marcado. O que acontece é que não podem ocorrer dois desfiles ao mesmo tempo, até para todo mundo poder assistir à todos (se tiver convite, é claro). Portanto, digamos que o primeiro desfile comece na Sala 1. O segundo começará na Sala 2 (enquanto a Sala 1 será reorganizada para o terceiro desfile). O terceiro será na Sala 1 (enquanto a Sala 2 será reorganizada para o quarto desfile) e assim por diante. Não sei se me faço entender, mas é como um jogo de pingue-pongue: hora na Sala 1, hora na Sala 2, hora Sala 1, hora Sala 2. Portanto, se algum desfile atrasa, todos os seguintes também atrasam, porque, como expliquei, o próximo só começa quando o anterior acaba.

Os convites são divididos em 2 tipos: os convites “certos”, com fileira e número (exemplos: A31 – primeira fila, assento número 31 // C68 – terceira fila, assento número 68) e os que só têm a fileira (exemplos: C Par // D Ímpar // E Ímpar).

Os convites “certos”  são para pessoas que têm seus lugares garantidos, ou seja, você vai sentar no seu lugar marcado, basta chegar na hora. Algumas vezes acontece de sentarem no seu lugar para que a turma fique junto, mas aí é só você sentar no lugar vazio mais próximo. No primeiro dia, como fui sozinha ao da TNG, não sabia disso e fiz o famoso: “oi, licença, esse lugar é meu”. No fim, abriram um espaço e eu sentei mais ou menos no meu lugar, mas vi que o meu comentário não foi bem recebido, então percebi que ninguém faz isso; as pessoas sentam no lugar disponível mais próximo dos seus e tudo bem. Outra coisa, quando peguei meu convite da TNG, era assento número 68 (mais ou menos) e achei que sentaria lá na cozinha do evento (kkk), mas na verdade, era bem no meio da passarela, então não se assuste com o número do seu convite. São muitos lugares e todos têm boa visão, então não importa o número que você pegar. A única coisa em que você deve prestar atenção na entrada é se o seu convite é Par ou Ímpar, pois cada um dá em um lado da passarela e são formadas duas filas diferentes, então respeite o número para não ficar na fila errada à toa (eles olham mesmo e mandam trocar se você estiver errado, então atenção!).

Bem, os outros convites (que têm apenas a letra da fileira e Par ou Ímpar) são os Standing, ou seja, são os convites “tampa-lugar-vazio”. Como os desfiles são filmados, eles não podem estar com espaços vazios no Seating, certo? Então para cobrir eventuais falhas (tipo quando eu faltei na Água de Côco), são disponibilizados convites a mais, com o objetivo de deixar o evento com cara de cheio, super concorrido. Todo mundo com convite Standing entra para o desfile, mas não necessariamente você conseguirá assistir ao lado da sua BFF, pois pode ser que vocês se separem para cobrir os lugares vazios. Caso o desfile esteja super lotado, pode ser que você fique na fila E (a última), de pé. Foi de lá que vi o desfile da PatBo e, apesar de não ter sido tão glamouroso como ver Vitorino Campos na fila AA (no meio da passarela) ao lado da Glória Kalil, não há do que se reclamar. Dá para ver o desfile perfeitamente e a menos que o seu ego esteja muito inflado (preguiça de gente assim), você vai se sentir grato de poder estar ali, vivenciando algo que tantas pessoas gostariam de fazer e por qualquer motivo, não podem.

Já ouvi dizer que, dependendo do desfile, pessoas que não têm convite nenhum conseguem entrar na hora do Standing para tapar buraco. Assumo que eu não tinha convite para a Lolitta, enquanto as outras meninas que estavam comigo tinham Standing, então fiquei na fila com elas, mas quando vi o tamanho da fila do Standing, nem quis pedir para entrar sem convite. O desfile estava concorridíssimo e acho que eu não teria conseguido entrar mesmo se tivesse pedido, então as aguardei pacientemente no espaço Visit Florida, tomando minha água de côco e usufruindo do wifi bombando. O bom da vida é a gente agradecer pelo que tem e não focar no que não tem, certo? No próximo, eu vou!  De qualquer forma, ver desfile é muito bom e vale super à pena. Se você tiver a oportunidade, não deixe de ir.

Importante: GUARDE O SEU CONVITE PARA DESFILE como se fosse uma jóia preciosa. Não é porque você entrou no SPFW que pode ir à qualquer desfile – para entrar nas salas de desfile, precisa de ter o convite específico daquela marca. Por isso, lá dentro é uma loucura de gente querendo assistir aos desfiles, tentando conseguir convites de última hora etc. Qualquer bobeada é suficiente para você perder o seu convite, e, portanto, o seu desfile. Uma amiga colocou o convite dela no chão para fotografar o look e segundos depois, haviam levado. Resultado: tentamos de tudo, explicamos a situação, brigamos com a assessoria para ela entrar, mas não houve jeito: ela acabou ficando de fora. Muita atenção à isso para não passar nervoso.

DICAS EXTRAS

A melhor dica que posso dar à um iniciante de SPFW é: compre uma caixa de Band-Aid (ou similar) e deixe na sua bolsinha de mão. Com o passar dos dias, o pé vai se estrepando e é aí que começam as bolhas, calos etc. Não é glamouroso falar disso, eu sei, mas é a mais pura verdade. Band-Aid é o seu melhor amigo e é um aliado indispensável para agüentar essa maratona fashion.

Outra boa dica é variar o sapato, para evitar que dia após dia, o seu pé fique refém de algum machucadinho que o seu sapato possa causar. Por exemplo, um sapato que usei fez uma bolha no meu dedo e eu não agüentava de dor mesmo com 3 Band-Aids, então o jeito foi trocar o modelo do sapato por um que não apertasse aquele lugar machucado. Conforme os dias vão passando, os saltos vão diminuindo e apesar de eu não ter ido no último dia, vi muitas pessoas “combinando” de ir de tênis, uma excelente alternativa para o salto alto, já que, além de tudo, sapato baixo, loafers, slip-ons e tênis estão super na moda.

Roupa: como eu já disse antes, você será fotografado e é sempre bom estar com o look em dia. Também reparei que as roupas vão ficando mais relax com o passar dos dias, então no primeiro, todo mundo está mega montado, no quarto, já havia muita calça jeans com sandália plataforma. Eu fui de vestido no primeiro e quarto dias e de calça flare no segundo e terceiro. Combinada com os acessórios certos, a calça fica chique, bonita e bem mais confortável (além de proteger mais do frio intenso que fazia quando a noite caía). Abuse da moda, mas esteja confortável, principalmente se for ficar lá o dia todo, e se o look permitir, não se esqueça daquela jaquetinha para espantar o vento forte do fim da tarde.

Coma! É super fácil se perder lá no meio daquele “mundo mágico” e esquecer de comer, blogueira no spfw, blogueiras no spfw, mas lembre-se de que você tem que ter forças para agüentar uma semana inteira de muita correria; e disposição é a palavra de ordem. Seja no food court ou nos lounges, coma sempre que possível e mantenha-se hidratado o tempo todo.

Cuidado com o excesso de bebida. Logo que cheguei no segundo dia, vi uma menina vomitando no lixo do corredor e acertando várias pessoas que estavam em volta. Gente, PELO AMOR, né?! Não sei se esse era o caso dela, mas se não estiver se sentindo bem, corra para um banheiro ou, melhor ainda, para a sua casa. O fato é que todo mundo ficou olhando pra ela com nojo e a acusando de ter bebido demais. É feio, é desrespeitoso e denigre para sempre toda a credibilidade que você demorou anos para construir. Você pode beber para confraternizar, é claro, mas a regra de ouro é: nos lounges (tipo Vogue), mantenha a taça na mão como uma celebração. Essa única taça deve durar toda a sua estada ali dentro. Se ficar bastante tempo, duas taças é o limite dos limites. Você está ali para bebericar, comemorar, e para brindar à revista; e não para dar vexame ou matar a sede na champagne, ok?

Leve carregador de celular! Não sei se é porque o celular está sempre procurando a rede wifi, se é o excesso de fotos e vídeos que fazemos ou se é a junção de tudo isso e mais um pouco, mas a bateria lá dentro acaba bem mais rápido do que o normal, então aproveite que os lounges estão modernos e com várias tomadas à disposição e carregue o seu telefone para não passar aperto. Só não se esqueça, como eu disse antes, de levar um adaptador de tomada, pois todas as tomadas lá são do padrão 3 pinos e, portanto, muita gente ficou decepcionada por não conseguir carregar seu fiel escudeiro.

Cartão de visitas: seja você blogueiro, marceneiro ou pipoqueiro, SEMPRE esteja com o seu cartão de visitas à mão. Qualquer conversa despretenciosa pode lhe render um trabalho futuro, um contato importante ou até mesmo uma amizade. Leve vários e não tenha medo de perguntar: “você tem um cartão?”. Aproveite as suas oportunidades!

Sorria! Ninguém quer falar com alguém de cara amarrada, com expressão fechada, com postura anti-social. Seja simpático, puxe conversa, elogie e seja você mesmo. O sucesso, o acesso e a sua permanência no topo vêm com trabalho, dedicação, humildade e muita força de vontade. 

VLOG

Segue abaixo o vlog que tentei gravar gravei no quarto dia de SPFW Edição 20 Anos – SS16 (Summer Spring 16 – Primavera Verão 2016). #SPFW20A

Apesar de não ter tido muita memória no celular, dá para vocês verem mais ou menos como funciona a coisa e terem uma noção visual de tudo que expliquei aqui no post. Espero que gostem!

Vlog – SPFW

Enfim, se você sonha em ir ao SPFW um dia, acredite no seu sonho como eu acreditei no meu e logo logo nos encontraremos lá. Amém! 

Com todo amor do mundo, beijos.

Silvinha Melo

Veja também

07abr
Looks, Moda, PubliPost

Camisa Timila: A Descolada

Comentários 0

Oi amores! Como estão?

O look de hoje com camisa Timila é uma das minhas produções preferidas! Quem me conhece, sabe que vira e mexe, eu coloco um look bem despojado, bem à vontade, que me faça sentir confortável durante o dia e que reflita a minha personalidade brincalhona e alegre. Se vocês se identificam com isso, vejam as minhas dicas para a hora de se vestir.

A DESCOLADA

Sabem aqueles dias em que a gente acorda e não quer colocar nada apertado, nada que incomode, nada que “encha o saco”? Pois é, talvez por trabalhar com moda, isso é bem freqüente na minha rotina e às vezes o meu maior desejo é poder ir à um evento usando legging e moletom. São nesses momentos que paro e penso que moda também é reflexo do nosso estado de espírito e que não precisamos estar emperiquetadas dos pés à cabeça todos os dias para estarmos bem-vestidas. Tudo bem, de vez em quando, colocarmos uma coisa mais ousada, vestir um look mais jovial, mais descolado. Moda é também um exercício: quando acordo mau humorada ou querendo me esconder do mundo, procuro vestir um look bem despojado, bem alegre; e acreditem se quiserem: isso sempre acaba elevando a minha auto-estima e me deixando mais de bem com a vida. É mágico!

O LOOK

Essa camisa é o meu mais novo xodó e, assim como a opção que mostrei ontem para vocês, ela também foi parar direto no meu guarda-roupas. Além de eu tê-la achado linda e com uma qualidade incrível, essa camisa tem justamente o poder de me deixar mais alegre quando o dia acorda cinza. Não sei se vivo num mundo com passarinhos coloridos cantando (estampa da camisa) ou o quê, exatamente, ela tem de especial, mas eu adoro acordar e vê-la penduradinha no meu armário; e adoro mais ainda quando a visto e recebo elogios por isso. Para este look, a idéia era criar uma versão ainda mais jovem e moderna da camisa clássica e acho que o nózinho faz esse trabalho com maestria (para copiar, basta desabotoar os 2 últimos botões e dar 2 nós simples com as pontas). Apenas precisamos nos atentar para o comprimento da camisa após o nó, pois nem sempre é apropriado andar por aí de barriga de fora, não é mesmo, minha gente? (Pensem na gente desfilando com a barriga de fora na frente de uma obra e um monte de marmanjo tarado mexendo.. Avestruz!) Outra regra de ouro é nunca deixar o umbigo aparecendo, para evitar o tão temido look de piriguete.

A calça boyfriend, ou seja, larguinha e comumente com rasgos, veio para ficar no guarda-roupa de toda mulher moderna. Eu particularmente não gosto da versão demasiadamente larga, com cara de que foi roubada do armário do namorado (daí o termo boyfriend), então procuro sempre optar pelos modelos que têm um certo nível de ajuste ao meu corpo. Neste look, dobrei as pontas da calça “de qualquer jeito”, para que ficasse com cara de detalhe inacabado, largadão.

A sandália colorida é um super curinga quando a gente está com uma roupa de vários tons. É claro que eu poderia ter colocado um scarpin nude e o look teria ficado lindo, mas acho sandálias mais divertidas e mais “a cara do verão”. Essa minha é super antiguinha e continua em alta; é um daqueles calçados que a gente compra numa estação porque está na moda, mas na verdade acaba usando até estragar, porque acaba se tornando um clássico. Estar na moda com o hit da estação é bacana, mas às vezes compramos peças que sabemos que logo serão descartadas (alô sneakers!), então investir em peças que poderão ser usadas por anos e anos é comprar com inteligência.

As pulseiras largas de madeira concluem o ar despojado que eu queria para esse look e são tão simples de colocar que não tenho preguiça de usar nem naqueles dias difíceis de sair da cama. E o mais legal é que elas também combinam com várias ocasiões (acho especialmente lindas quando usadas com biquinis). Optei por não colocar cintinho para manter o look modernoso, mas como eu falei anteriormente, essa produção ficaria igualmente bonito caso eu tivesse feito um contra-ponto da calça rasgada com os clássicos cinto fino + scarpin. Tudo vai do dia, tudo vai do humor, mas se pararmos para pensar, realmente não temos desculpa para não estarmos lindas e irreverentes todos os dias, não é mesmo?

O que vocês acham?

FamiliaCoelhoStudio-91

FamiliaCoelhoStudio-94

FamiliaCoelhoStudio-109

FamiliaCoelhoStudio-90

FamiliaCoelhoStudio-98

FamiliaCoelhoStudio-107

FamiliaCoelhoStudio-97

FamiliaCoelhoStudio-101

Créditos:

Sandália: Arezzo / Calça: Zoomp / Camisa: Timila

Acessórios: Império Bijoux Sorocaba / Esmalte: African Violet, Tom Ford

Fotos: Família Coelho

 

Camisaria Timila
Site: TIMILA.com.br / Facebook: Timila / Instagram: @timila_
Endereço: Rua Teófilo Braga, 149 – Taquaral – Campinas, SP
Telefone: (19) 3212-1691

 

O que acharam, minhas lindas? Vocês também têm dias assim? Me contem!

Silvinha Melo

Veja também

06abr
Looks, Moda, PubliPost

Camisa Timila: A Divertida

Comentários 0

Oi bonitas! Tudo bem?

Eu não sei vocês, mas estou amando mostrar os meus looks favoritos da camisaria Timila com várias dicas especiais. E como nem sempre a gente acorda com o mesmo humor, hoje o look é especial para aquele dia super alegre em que saímos da cama para desfrutar de todas as oportunidades que a moda nos dá. Vamos lá?

A DIVERTIDA

Assumo que adoro me vestir com estilo mais clássico e que dificilmente misturo estampas, mas tem dias em que acordo tão bem comigo mesma que acabo fazendo combinações inesperadas. O look de hoje pode ser usado em um passeio de domingo (off topic: vivo falando pra vocês dos “passeios de domingo” porque é um dia em que costumo sair passear de carro com o maridão meio sem rumo. Normalmente vamos à cidades próximas ou à restaurantes novos e acho que esse tipo de look tem tudo a ver com o elemento surpresa dos meus passeios dominicais), em um aniversário durante o dia ou até mesmo num almoço durante uma viagem gostosa (não sei por quê, mas especialmente quando estou na praia, tenho vontade de usar chapéu até para dormir! Haha). Enfim, acho que vocês entenderam o ponto: acordou bem? Tá feliz? Então bota lá seu chapeuzinho pink, mistura suas estampas e sai desfilar pro mundo. Tá linda, tá gata, vai com tudo!

O LOOK

Eu poderia ficar hoooras e horas falando desta camisa, mas o fato é que ela é tão linda, mas tão linda que está neste instante penduradinha no meu armário. Amei tanto que trouxe pra casa, é claro. Ela é tudo aquilo que eu tento passar pra vocês como exemplo do que devemos usar: é clássica (camisa), é moderna (babados), é feminina (nem preciso falar das florzinhas né?!), é elegante, é luxuosa, é cheia de Swarovski, é linda e é tudo de bom! Uma camisa dessa não é só uma peça de roupa, minha gente. É um investimento! A gente pode fazer tanta combinação com ela que dá até pra cansar de usar. Tem uma entrevista de emprego? Vai com ela. Tem uma reunião? Vai com ela. Tem um aniversário? Vai com ela. Tem um encontro com as amigas? Vai com ela. Juro, esta camisa é uma das melhores peças que tenho no meu armário porque é linda (já falei isso?), a qualidade é impressionante e ela combina com todas as ocasiões da vida (acho que substitui até um vestido de noiva! Haha!).

Aqui neste look, como a idéia era passar um ar mais despojado, misturei a estampa de florzinhas da camisa com um shorts xadrez cinza, em tons bem neutros.

O peep toe preto foi escolhido por não trazer mais informação à produção, que já está com muitos outros destaques. Esse é um ótimo truque para balancear um look colorido ou com mistura de estampas, como neste caso.

Esses acessórios são um caso à parte, porque simplesmente amo cada um deles: o chapéu é foco na produção e veio direto da China via Ali Express (acho que foi 5 dólares, o que me faz gostar mais ainda dele), as pulseiras Cruciani (vou fazer um post específico delas) foram presente de natal da minha cunhada, Jéssica, que foi à Itália e trouxe pra mim essa febre de lá – tenho a azul e a pink. O relógio rosé é um dos meus xodós na vida e acho que combina super bem com o resto da produção descolada.

O que vocês acham?

FamiliaCoelhoStudio-140

FamiliaCoelhoStudio-162

FamiliaCoelhoStudio-144

FamiliaCoelhoStudio-155

FamiliaCoelhoStudio-165

FamiliaCoelhoStudio-160

FamiliaCoelhoStudio-146Créditos:

Peep toe: Dumond Park Shopping São Caetano / Shorts: Acervo pessoal (tão velhinho, que nem lembro) / Camisa: Timila

Chapéu: Ali Express / Pulseiras de renda: Cruciani / Relógio: Michael Kors / Acessórios: Arrais Joalheria

Esmalte: African Violet, Tom Ford

Fotos: Família Coelho

 

Camisaria Timila
Site: TIMILA.com.br / Facebook: Timila / Instagram: @timila_
Endereço: Rua Teófilo Braga, 149 – Taquaral – Campinas, SP
Telefone: (19) 3212-1691

 

E vocês, gostam desse estilo mais despojado? Beijão!

Silvinha Melo

Veja também